ALERTA: JOVEM MORRE APÓS INGERIR BEBIDA EM FESTA 'QUE TODO MUNDO TOMA'

ALERTA: JOVEM MORRE APÓS INGERIR BEBIDA EM FESTA 'QUE TODO MUNDO TOMA'

Agosto 20, 2021 Não Por Reis. Hugo

A jovem Isabela Gonçalves Fernandez, 20, morreu após passar mal em uma festa no município de Paracatu, região Noroeste de Minas Gerais. Segundo informações da polícia, Isabela ingeriu bebidas alcóolicas e outras substâncias entorpecentes durante o evento, na madrugada de sábado (7) para domingo (8). Amigos a levaram para o hospital, entretanto, a jovem teve uma parada cardíaca e não resistiu. O caso é investigado pela Polícia Civil.

De acordo com o relato de testemunha, que disse ser amiga de Isabela, ela, a vítima e outros amigos saíram na noite do sábado para ir até um barzinho local. Por volta das 2h, o grupo decidiu ir para uma festa num espaço chamado Chácara do Adão.

Já na festa, a jovem fez o uso de bebidas alcóolicas e ingeriu uma substância entorpecente, conforme contou a amiga. Ela ainda disse que Isabela Gonçalves não soube descrever que tipo de substância havia usado e nem quem teria lhe dado. Momentos depois, a vítima começou a passar mal, e a testemunha relatou que levou Isabela para o banheiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Jovem vomitou muito

Nesse momento, a jovem vomitou bastante, segundo contou a amiga, e ela resolveu pedir a ajuda de um outro amigo, que levou Isabela ainda consciente para o pronto socorro da cidade. A vítima deu entrada no hospital já por volta das 4h55 e, de acordo com a médica que a atendeu, Isabela vomitava bastante.

Ainda segundo a médica, a jovem fez o uso de “bala” e “loló”, além de ter ingerido as bebidas alcóolicas. Infelizmente, o quadro de Isabela piorou e ela acabou falecendo por volta das 6h37. Com a morte da vítima, a família acionou a Polícia Militar, que foi até o local da festa.

Conforme informado pela polícia, a corporação não encontrou nenhum responsável quando chegou na tal chácara, que na verdade tem o nome de Casa Amarela. Os moradores do entorno afirmaram que tinha acontecido uma festa naquele lugar, e que os eventos lá são rotineiros.

‘Minha filha podia estar aí’

Ao BHAZ, Claudirene Gonçalves, mãe de Isabela, disse que não sabe ao certo o que aconteceu com a filha, e que como mãe gostaria de entender o que houve. “A única coisa que passa pela minha cabeça, o que eu tenho quase certeza, é que teve omissão de socorro, minha filha podia estar aí”, afirma a vendedora.

“Aqueles amigos que na verdade não eram amigos, enquanto ela passava mal, estavam se divertindo, subindo em mesa, dançando, rebolando, enquanto minha filha estava à beira da morte, estava vomitando, estava sentindo dor. Então é muito triste para a gente, eu não sei de mais nada”, acrescenta.

Claudirene relembra as qualidades da filha, e diz que Isabela tinha diminuído o consumo de bebidas alcóolicas. “Minha filha era uma menina maravilhosa, tinha um coração ótimo, tinha meses que ela estava muito tranquila, namorando uma pessoa maravilhosa, quase não estava bebendo mais, ela fumava cigarro e ela não estava fumando mais”.

Mãe foi acionada nos últimos momentos A vendedora acredita que por conta dessa pausa, o corpo da jovem não estava preparado para receber uma grande quantidade de bebidas alcóolicas e que, por esse motivo, ela tenha passado mal. “Eu imagino que ela passou muito mal e que as pessoas não deram importância para isso”.

“Deram os primeiros socorros, levaram para o hospital, tentaram reanimar, ela deu parada e não reanimou. Acho que passou de horas demais de salvá-la, acho que demorou muito”, lamenta a mãe. Claudirene Gonçalves também se entristece pelo fato de terem avisado ela quando Isabela já não estava mais resistindo.

Segundo a mulher, só ligaram para ela quando os médicos pediram para que os amigos entrassem em contato com os pais da jovem. “Os amigos primeiramente ligaram para o namorado dela ao invés de me ligar. Quando eu cheguei lá eles já estavam tentando reanimar ela, só me falaram algo já eram 6h, quando ela realmente não resistiu”.

‘Estou sem chão por ter te perdido’

No Facebook, Bianca Gonçalves, irmã mais velha de Isabela Gonçalves, fez uma publicação lamentando a morte da jovem e prestando uma homenagem a ela. “Eu estou sem chão por ter te perdido, você tem os melhores conselhos, as melhores risadas e os melhores abraços”, escreveu Bianca.

A Polícia Civil informou em nota que o corpo da vítima foi encaminhado ao Posto Médico Legal e submetido à exame de necropsia. Nesse exame, um material do corpo da jovem foi coletado para passar por perícia no Instituto de Criminalística, em Belo Horizonte (leia nota na íntegra abaixo).

De acordo com a corporação, ainda não é possível afirmar a causa da morte de Isabela Gonçalves pois os laudos periciais ainda estão em andamento. Enquanto isso, a polícia está “realizando diligências, ouvindo testemunhas que estiveram com a vítima na data dos fatos”. A equipe acrescentou que prestará mais informações em momento oportuno.

Nota da Polícia Civil na íntegra

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) instaurou procedimento investigativo visando apurar a causa da morte da jovem, de 20 anos, em Paracatu. O corpo foi encaminhado ao Posto Médico Legal e submetido à exame de necropsia, onde foi coletado material para ser periciado no Instituto de Criminalística, em Belo Horizonte. Os laudos periciais estão em andamento, não sendo possível, ainda, afirmar a causa da morte. A PCMG vem realizando diligências, ouvindo testemunhas que estiveram com a vítima na data dos fatos. Outras informações serão prestadas em momento oportuno

Compartilhe isso:

TV MRNews Não perca também:

Fonte: mrnews.com.br/index.php/2021/08/20/alerta-jovem-morre-apos-ingerir-bebida-em-festa-que-todo-mundo-toma